Certificação de Oliveiras

Com a prosperidade do negócio das oliveiras um novo e arrojado projeto começou a germinar – a possibilidade da datação das árvores por métodos não destrutivos. Estabelecido um protocolo de cooperação com a UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, iniciou-se um processo que se desenrolou durante quatro anos tendo culminado com um algoritmo matemático capaz de determinar a idade das árvores. Face à sua inovação o método foi patenteado por ambas as entidades.

Mais informação…